sábado, 27 de abril de 2013

O AVANÇO DO ATRASO - TRÊS (poderes) EM UM



Há tempos o personagem escolhido a dedo para ter sua imagem mitificada a fim de levar adiante um projeto de poder que fracassara com a luta armada, Luiz Inácio, já havia sido orientado a carimbar no Congresso a marca dos "trezentos picaretas".

Sabemos que não era bem assim, pois lá havia grandes nomes que se destacaram na luta pelo resgate dos valores democráticos, no trato das questões sociais e pelo desenvolvimento do Brasil. 

Com a chegada do PT ao poder, entretanto, figuras que sucumbiam no cenário nacional, os velhos coronéis combatidos pelos verdadeiros democratas, foram reconduzidos ao papel de comandantes dos tais "picaretas" pelo próprio partido que assumia a presidência da República. 

Nesse caso, o princípio constitucional de independência entre os Poderes da República não passa de peça de ficção, pois os que estão lá, no Legislativo, atendem piamente aos desígnios do Planalto.

Ao mesmo tempo que fortalecia essa base ajoelhada, Lula subia nos palanques ordenando ao eleitor que extirpasse a oposição e não votasse em nenhum candidato adversário ao PT. 

Os brasileiros obedeceram e praticamente eliminaram os oposicionistas no Senado e na Câmara dos deputados, motivo pelo qual tornou-se irrelevante o que outrora os petistas pretendiam levar adiante para consolidar seu ideal hegemônico - o fechamento do Congresso.

Ainda corremos esse  RISCO, mas o que está incomodando os petistas, neste momento, e criando obstáculos a essa trajetória de conquista do poder absoluto, que avança com pouquíssimas resistências - meia dúzia de jornalistas e o cidadão consciente que protesta nas redes sociais - é o Poder Judiciário, o mais recente alvo de ataques do partido.


“E, lembre-se, quando se tem uma concentração de poder em poucas mãos, freqüentemente homens com mentalidade de gangsters detêm o controle. A história provou isso. Todo o poder corrompe: o poder absoluto corrompe absolutamente.”

Lord Acton, em carta ao Bispo M.Creighton, 1887

A frase da charge acima remete a uma teoria de Lord Acton, cuja afirmação sobre o poder político explica a tendência à corrupção.

Para Lord Acton, historiador inglês do século dezenove, a corrupção surge no momento em que o detentor do poder do Estado passa a considerar os privilégios, os benefícios e as homenagens inerentes ao cargo como se dirigidos à sua pessoa.

É isso que chamam de progressismo?
Pois não há nada mais ultrapassado e que simboliza uma volta ao passado do que a concentração do poder como vem acontecendo no Brasil.
Se não tem beijaço, panelaço ou praça cheia de manifestantes contra a tal PEC que visa enfraquecer o STF, aprovada com o voto de mensaleiros, é sinal que o brasileiro não está preparado para evoluir.

2 comentários:

  1. ,,,A' conta-gotas o pai's chega a isso. Falta de aviso nao e'. No's Brasileiros nao teremos moral nenhuma de reclamar, depois que o PT bater o martelo,,, digo,,, A FOICE. Um alto oficial das nossas forcas armadas me disse que esperam o povo pedir pra agirem. Ele me garantiu que no ma'ximo 20 % deles tem alguma simpatia por esse governo, mas que na hora de pega-pra-capa', essa pequena minoria se unirao a maioria e derrubarao esse governo. Junto com as denu'cias deveremos cada um de no's puxarem o povo para outro contra-golpe. Devemos usar tudo que dispormos para acoitar o exercito, nem que seja um simples comenta'rio. Tenho dito a muito tempo que se nao pressionarmos o exercito, nao sairemos dessa (eu sei o que estou dizendo ). Devemos comecar a investigar e jogar na internet todos os podres que aparecerem da Dilma. Nao so' do tempo do terrorismo, esse ja' sabemos demais. Mas tambem, a partir da atuacao dela, no governo. Eu sei o que estou dizendo. Ela nao e' nenhuma santinha. Se a Dilma for investigada seriamente, a Rose se tornara' a madre Tereza de Calcuta'. Derrubando a Dilma nessa eleicao, o PT ficara' ane'mico,,, ai num piscar de olhos,o PT sera derrubado para sempre. E junto com isso, limparemos nosso territo'rio desses vermes travestidos de humanos.

    ResponderExcluir
  2. Beto
    Mais uma vez agradeço sua importante participação.
    Temos que fazer exatamente o que você escreve, ou seja, pressionar, buscar informação, divulgar, agir. Para isso, temos que agregar e organizar as pessoas conscientes que estão dispersas, mas precisamos de lideranças pra fazer isso, com urgência.

    ResponderExcluir