quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

"A CULPA É DO FHC"?





Nesses tempos de valores relativizados, de erros justificados, do "vale tudo" para preservar a imagem de criminosos, principalmente de poderosos que fazem o diabo para fugir da Justiça, a sociedade tem assistido inerte o espetáculo insano de políticos que, sem o menor pudor e para obter sucessivas vitórias nas urnas, partem para os ataques pessoais, calúnias requentadas e todo tipo de baixaria. 

A fofoca da semana foi sobre um suposto filho de Fernando Henrique Cardoso.

O QUE TEMOS COM ISSO? NADA.

Quem é santo para atirar pedras?

O que devemos questionar são CRIMES, não a vida pessoal de quem quer que seja.

E ter problemas familiares não é crime, nem há por que dar importância a certos zunzunzuns. São boatos que envenenam e desviam o foco daquilo que deveria ser fundamental na vida das pessoas.

Hoje, FHC publicou um vídeo tratando do assunto. Parece que, de tanto levar marretada de Lula e cia., finalmente aprendeu a reagir. Clique no link abaixo:


FHC: "Venho à rede para dizer que 'a culpa é do FHC'. É incrível. Todas as vezes, e têm sido muitas, que a Polícia...
Publicado por Fernando Henrique Cardoso em Quarta, 24 de fevereiro de 2016

Certos "casais', entretanto, devem explicações não por questões pessoais, mas pelo que fazem com o bem público. Tanto é que não há investigação alguma para averiguar uma possível "ocultação de amante" de certo peixe graúdo, mas sim ocultação de patrimônio.


Esse senhor, que supostamente oculta patrimônio ... e amante, apareceu em programa partidário em cadeia nacional (deveria ser NA cadeia), sob sons de panelaços, fazendo-se de vítima de conspirações golpistas e apresentando uma solução para a crise até então abafada pela propaganda muito bem articulada pelo marqueteiro que acaba de ser preso, quer praticamente proibir que o povo fale a palavra "crise". 

Ao contrário de FHC, que não foge da imprensa, certamente não fugiria da Justiça, anda livremente nas ruas e, no caso em questão, como sempre faz, respondeu a todos os questionamentos no mesmo dia, o ex-presidente petista só se pronuncia diante de plateia selecionada e não consegue frequentar ambientes públicos sem ser abordado com vaias e merecidas reprimendas, tanto é que se tornou um hábito de Lula utilizar a porta dos fundos. Ciente de que é figura pública e que, por este motivo, deve explicações de seus atos, a marca de FHC é a transparência. Impossível esperar a mesma coisa de Lula.

Quanto à fofoca e às versões maldosas que se propagam sobre a vida de certas pessoas, especialmente a de FHC, que se tornou o alvo preferencial dos petralhas, felizmente tem muita gente se curando desse mal. As pessoas humildes, com gotinhas de informação. Para quem se considera sábio demais para admitir que errou, o remédio tem sido amargo, mas para quem tem boa índole, uma hora dessas funciona.

Portanto, não podemos ter a pretensão de ser um Diógenes e sair com a lanterna buscando humanos perfeitos para a política ou qualquer outra coisa, mas não são todos iguais, de jeito nenhum.

Nenhum comentário:

Postar um comentário