segunda-feira, 30 de março de 2020

A BOA POLÍTICA É UM JOGO DE XADREZ, NÃO DE BOLICHE

Ao contrário de abortistas e defensores de abortistas que agora simulam uma farsa de defesa da vida, eu, sim, sempre me sujeitei a ser vítima do linchamento moral desse pessoal descolado para defender a vida. Por isso, seus julgamentos não me atingem.

Quanto ao uso político da Covid-19, nesse momento que deveria ser de comoção, reitero meu desapontamento com quem só pensa em derrubar o presidente e acredita que, assim, tudo se resolve e, de repente, até o vírus some do mapa.

Tentem derrubar, então, aí sai o Mandetta e sua equipe e que se dane o caos que vai se instalar em nosso país.

Pelo que se sabe, está tudo preparado para mudar o regime ou o que determina a Constituição para que o NHONHO assuma como primeiro ministro ou para que tenha novas eleições. Quem sabe volta aquela turma que deixou o Brasil despreparado tanto para atender os doentes quanto para cuidar dos que passam fome. Provavelmente teremos de novo algum ministro da saúde sanguessuga, aquele esquema de desvio de verba das ambulâncias.

Só para relembrar, para cada assento que Dilma comprou, com o nosso dinheiro, para o estádio Mané Garrincha, citando apenas um exemplo, daria para comprar um respirador que pode fazer muita falta se acontecer o pior na curva do coronavírus. 

Oxalá que não, jamais torceria pela vitória do vírus, como faz a turma que faz compra por "delivery", mas pensa que NINGUÉM sai de casa para ir ao estabelecimento e é um NINGUÉM que sai na rua para entregar a mercadoria na sua casa.

Que joguem boliche e apostem na derrubada de peças pela força, para voltar ao poder ou para eleger seu político de estimação. Esse é o jogo sujo da política ao qual estamos acostumados.

Só não contavam com uma equipe muito bem articulada, especialista na arte do xadrez.

O lado técnico age e orienta muito bem quem tem condições de ter acesso à informação. Mas tem um contingente de pessoas que ninguém vê nem aparece nos noticiários, mas que vive uma realidade completamente distinta dos que devem e PODEM ficar em casa.

Ao ver as imagens de uma multidão se aglomerando para buscar cestas básicas, em alguns casos oferecidas pelos oportunistas da turma do boliche, imaginei o que um bom médico faria diante de um doente terminal.

Mandaria comprar o caixão ou faria o possível para encontrar um tratamento que ao menos minimizasse seu sofrimento?

O ser humano, em situação de desespero, é capaz de cometer as piores loucuras. Se tiver algum alento que lhe dê esperança e que, a qualquer momento, alguma coisa pode ser feita, sem dúvida conseguirá dar uma trégua nas ideias extremas e aguardará por mais algum tempo que suas necessidades sejam atendidas.

Qualquer semelhança com o comportamento de um líder que destoa do que espera a turma do boliche, sendo que ele é a peça principal a ser derrubada, não é coincidência, é uma tática de quem conhece bem o jogo de xadrez.

segunda-feira, 23 de março de 2020

MONSTROS - CRÁPULAS TORCEM QUE MORRAM MUITOS BRASILEIROS PARA CULPAR BOLSONARO

- Enquanto uns seguem buscando o caos, seguimos buscando soluções para proteger a nossa nação!

(Jair Messias Bolsonaro)



Mórbido.
A corja corrupta está alvoroçada com a crise mundial. 
Covardes, tripudiam dos mortos pra derrubar o presidente.

Engana -se quem pensa que a arma de guerra que coloca a humanidade em risco é o canhão ou os vírus da guerra biológica. A arma mais letal do século XXI é o microfone.

O governo Bolsonaro tem passado dias a fio, em tempo real, orientando a população, apresentando suas providências e agindo de maneira incansável. Se fossem os então ministros de lula ou dilma, agora quase todos investigados ou condenados por crimes de corrupção, certamente seriam prioridade na programação das redes de TV.

Ah, mas os urubus da desgraça alheia consideram mais importante derrubar o presidente do que INFORMAR.

O President Donald J. Trump uma vez disse: "Não se engane: eles não estão atrás de mim. Eles estão atrás de você; suas armas, seus valores cristãos, sua liberdade. Estou apenas no caminho deles."

Desde que assumiu a presidência a imprensa americana dá à ele exatamente o mesmo tratamento que a brasileira dá a Bolsonaro. Mente, distorce e dramatiza. 

Lá como cá, não se engane. Eles não estão atrás de Bolsonaro. Eles estão atrás de nossas riquezas, de nossas armas, de nossos valores cristãos, de nossa liberdade. Jair Messias Bolsonaro está apenas no caminho deles.

Como diz o Procurador da República, Ailton Benedito:

"Todo mundo está vendo, 24 horas por dia, você festejando ininterruptamente a morte de cada brasileiro atribuída ao #coronavírus, porque você se alimenta da miséria, da fome, do sofrimento humano."

Deus está vendo e muitos brasileiros também estão enxergando: 








FICA EM CASA?????

Miseráveis jogados nas ruas e templos trancados

Eu só queria entender



Se o vírus chega aí, quem vai mandar ficar em casa? São excluídos usados como massa de manobra pelos partidos populistas e por certas instituições, os tais movimentos sociais. 

Onde estão, agora, que os abandonam?

Deus do céu, a que ponto chegam as artimanhas dos donos do mundo!

As mesmas organizações que arregimentam pessoas em situação de desespero pelo mundo para que invadam países prósperos e ali se instale o caos, agora pedem dinheiro para refugiados em situação de vulnerabilidade que, evidentemente, correm risco de contrair coronavírus. 

Não seria esse o propósito, colocar pessoas "descartáveis" em situação de vulnerabilidade para que sejam eliminadas?

Já vimos essa história, mesmo que seja pouco ensinada nas escolas ou mal contada, mas os livros estão aí para quem quiser saber e, no meu caso e de muitos brasileiros, temos os relatos de amigos que vivenciaram esse drama nos países comunistas.

Lembro de momentos de crise com nossos templos de portas abertas acolhendo os necessitados e servindo como hospitais de campanha. 

Falta abrir as portas, não da igreja que são os fiéis e precisam ser protegidos, mas abrir as portas dos templos aos excluídos, que estão jogados nas ruas sem alimento nem proteção, para que os profissionais da saúde possam cuidar deles e que possam receber alimentos para que não morram de fome. 

Agora até estádios de futebol e escolas de samba estão fazendo isso e os templos se trancam com tantos brasileiros jogados nas ruas, sem alimento e sem proteção contra o vírus. E o mais grave, não estão praticando o que pregam. Profissionais da saúde estão se apresentando como voluntários, porém os moradores de rua continuam jogados na sarjeta... e os templos trancados.

NEM VERMELHO NEM AZUL GANHAM MAIS NADA



A pergunta do momento quando precisamos pacificar os ânimos e orar pela vida humana...criar o caos político, como a oposição ao governo liderada pela turma do NHONHO está protagonizando e tem sido prioridade na pauta da imprensa para tentar derrubar o governo Bolsonaro, ...então digam... tirar Bolsonaro para colocar quem?

Dependendo do período em questão, fica o NHONHO. Essa deve ser a artimanha, dar uma rasteira no nosso voto e implantar um regime parlamentarista, talvez temporário apenas para assumir o poder e por ser o único jeito de conseguirem alguma coisa, pois no voto nem vermelho nem azul ganham mais nada.

Não podemos esquecer que  NHONHO é o mais recente queridinho da Globo. É só aparecer falando sobre empatia, solidariedade e outras "demagogices" que muita gente esquece o que o Botafogo fez no verão passado.

Esse é o perigo. A corja da classe política e do jornalismo está apostando no NHONHO para emplacar o parlamentarismo e entregar o país para esse traste. Tudo pela grana...

Por isso temos que reagir, todos nós. Então eles ficam sabendo que somos muitos brasileiros preparados para fazer muito barulho se ousarem dar uma rasteira no NOSSO VOTO, NOSSAS ESCOLHAS. 


Insistem na tese de que somos milicianos do Bolsonaro, fanáticos idiotas, robôs teleguiados e outras idiotices. A verdade é que o golpe não é somente contra o presidente. Se acontecer Bolsonaro vai ficar muito bem, obrigado, assim como a Dilma está por aí viajando pelo mundo com nosso dinheiro. 

O golpe é contra o que o eleitor decidiu nas urnas.

HISTERIA X HIPOCRISIA NA GUERRA DOS INSANOS

Pois é... parece que jornalistas são imunes
Em todos os eventos estão amontoados e sem máscara
Cadê o exemplo de quem tem a obrigação de informar e orientar?

O DESSERVIÇO DA ESGOTOSFERA

O #G1 precisa se decidir:
Deve ou não usar máscaras?
Eis o problema: Na ânsia de criticar se expõem ao ridículo.

As tias do ZAP têm sido o mais eficiente serviço de utilidade pública e de cuidado humanitário ao propagar as recomendações médicas no combate ao vírus...a imprensa está apenas interessada em derrubar o presidente. Basta conferir as manchetes de jornais e suas perguntas ridículas às autoridades. #Monstros

É desumano deixar de informar para fazer jornalismo da lacração. Emplacar uma guerra insana contra a autoridade máxima do país é um chamado à desobediência, uma irresponsabilidade num momento de cuidado extremo.
Ah, se não fosse as tias do ZAP!

CUIDADO, SIM, MAS TEM QUE SER INTEGRAL

É de cortar o coração ouvir de milhões de brasileiros "se não sair para trabalhar, não como! ... é sobre esses irmãozinhos que o presidente se refere quando pensa num país parado... porque para nós, os privilegiados que tem a vida ganha, é fácil falar e acusar.

Ah, a economia não importa... concordo quando há mais preocupação em não melindrar parceiros internacionais do que alertar sobre dados que escondem de todos nós....mas desprezar a fome de brasileiros não é humanidade, é crueldade.

*
OS SABICHÕES DO COMBATE À PANDEMIA NO BRASIL

"O presidente da Câmara e outras nulidades absolutas em infectologia e qualquer aspecto da medicina defendem a repressão sanitária porque sabem que, ao fim de cada dia, vão estar com o bucho cheio, e podem se entreter com a Netfix. Alguém, como sempre, vai prover o seu sustento. O problema é de quem volta para casa, todo dia, angustiado por não saber se vai “pegar” o vírus – mas se terá o seu trabalho amanhã.

Talvez seja uma surpresa para as nossas mesas-redondas de televisão, mas há por aí, infelizmente, umas dezenas de milhões de brasileiros comuns que precisam trabalhar todos os dias de sua vida – ou trabalham, ou não ganham nada, e, se não ganham nada, não comem. O Brasil do “equilíbrio” quer que todos eles vão para o diabo que os carregue."

(José Roberto Guzzo)

Matéria completa na REVISTA OESTE.

A REDE ESGOTO É CASO DE POLÍCIA


Na Itália, diante da pandemia, a população confinada chega nas janelas para cantar unidos. 

Na Espanha, os vizinhos se unem para ajudar aqueles que não podem sair de casa. 

Em Portugal, as pessoas chegam até suas janelas para aplaudir os médicos que se arriscam salvando vidas. 

E no Brasil, diante dessa tragédia, ainda tem gente que sai às janelas para bater em panelas, só aumentando o sentimento de caos que está se instalando. Isso com destaque desproporcional de tempo na edição do jornal de maior alcance de público.

Triste demais viver em um país repleto de egoístas e ignorantes, que nem num momento assim conseguem tirar os olhos dos próprios umbigos. 

A mídia, que deveria informar, desinforma. Manipula joga álcool no fogo da guerra Direita x Esquerda, com matérias tendenciosas e, quase sempre, mentirosas. 

Lamentável ver a Globo convocando “especialistas” para, em longo tempo, insinuar que presidente e ministros de Estado não sabem usar uma máscara, os levando ao ridículo, debochando de uma equipe técnica que está trabalhando sem dormir, sofrendo críticas e pressão, sem contar com alguns deles infectados ou na iminência do contágio do vírus que tanto está ferindo o mundo. Em todos os países que fazem o enfrentamento do COVID o Brasil é o único cuja principal emissora se esforça diuturnamente em expor e ou ridicularizar a figura do Presidente. Enfraquecer o líder do país nesse momento não é inteligente.

Tudo isso me fez lembrar uma frase de Nelson Rodrigues:" _Os_ _idiotas vão tomar conta do mundo; Não pela capacidade, mas pela quantidade. Eles são muitos"_ ou ainda "só os gênios enxergam o óbvio"

Que a bondade dos brasileiros de bom coração (independente de partido) se sobreponha aos interesses pessoais e políticos de outros.

Joceli Campanati

MINISTRO MANDETTA - SHOW DE ESPERANÇA

Precisamos de palavras de confiança mais do que nunca, pessoas deprimidas e desesperadas são as mais vulneráveis a qualquer tipo de contaminação.



Mas os jornalistas militantes não cansam de passar vergonha... hora desses "profissionais" do quarto poder saírem do jardim da infância e agirem com mais responsabilidade e respeito.

“Esse tipo de pergunta ela é dúbia (incerta, ambígua, duvidosa, duplo sentido, pegadinha,etc…) … isso [a pergunta] também é parte da doença … aqueles que quiserem colocar defeito, que sentem aqui e façam a fiscalização … e quando tiver que assinar algum documento, faz e assina…”


EXÉRCITO EM AÇÃO. JUNTOS VENCEREMOS!


- Nossas Forças Armadas, sempre lembradas em tempos difíceis, estão à disposição para dar todo apoio possível aos Estados e Municípios do país na guerra contra o coronavírus, com logística, transporte de profissionais de saúde e materiais, postos de triagem, etc. JUNTOS VENCEREMOS!

(Jair Messias Bolsonaro)

BOLSONARO NÃO DÁ IMPORTÂNCIA PARA O VÍRUS?


Ah, Bolsonaro não deu importância para o vírus.
O que os seguidores de esgotosferas ouvem ou leem que resulta em tanto rancor?
Seria preguiça de pensar por conta própria ou maldade gratuita?

Em suas contas nas mídias sociais, o presidente Jair Bolsonaro diz o lógico e nos dá uma injeção de ânimo. 
O momento requer calma, serenidade, unidade e menos picuinha entre direita e esquerda. 
Isso é o que se espera de um estadista. Isso se chama FÉ.

Para o pessoal que não gosta ou não tem tempo de se informar nas redes nem de participar dos debates nas mídias sociais, sabe aquela rede de TV que poucos assistem, a TV Brasil? Recomendo, pois é lá que encontramos toda a orientação do governo para salvar nossas vidas e de nossos entes queridos. O resto é praticamente só deboche.

Leiam algumas das publicações do presidente:

"Superar este desafio depende cada um de nós. O caos só interessa aos que querem o pior para o Brasil. Se, com serenidade, população e Governo, junto com os demais poderes, somarmos os esforços necessários para proteger nosso povo, venceremos não só este mal como qualquer outro!. Nós somos acostumados a superar as adversidades. Na tempestade, ajudamos uns aos outros. Somos uma nação de irmãos. Nenhum vírus é mais forte do que o nosso povo. Estamos lutando e faremos o que for necessário para proteger a vida de cada brasileiro!"
*
- Reconheço a seriedade do momento e o temor de muitos brasileiros ante a ameaça do coronavírus. O Governo segue trabalhando intensamente e tomará todas as medidas possíveis para conter a transmissão do Covid-19.

- Também é meu dever impedir que o pânico tome conta do país, o que complicaria ainda mais a situação. É com este objetivo, de mostrar que superaremos este obstáculo, que tenho tratado a questão com coragem e tranquilidade. De forma alguma usarei do momento para fazer demagogia.

- De todo modo, às famílias que hoje sofrem a perda de seus entes por conta desta epidemia, a minha solidariedade. Essas perdas também são nossas, afinal, somos todos uma grande família. Dou-lhes a certeza de que lutarei com todas as minhas forças para proteger a nossa nação.

- Peço a Deus que nos dê cada vez mais sabedoria para enfrentarmos essa tempestade. Peço a todos que sigam as recomendações de saúde com muita serenidade, e que não percam a fé em Deus e em nosso amado Brasil. Tenho certeza que venceremos esta batalha brevemente!

GENTE RUIM É PIOR QUE VÍRUS

Vamos cuidar da saúde pra não precisar cuidar da doença. 
Prevenção informação e fugir da sintonia negativa de gente que sente prazer com a tragédia.

Vou passar longe de alguns amigos que dizem amém a essa corja.
Essa é a empatia da corja "paz e amor, por favor".


Oro pela senhora do vídeo e por todos nós, mas quanto a infeliz que faz o comentário na postagem, é desse tipo de urubu das trevas que eu quero distância


A FORÇA DO DINHEIRO ... E DO VÍRUS

Se depender do nosso jornalismo, com raríssimas exceções, estamos perdidos.
Explica isso melhor, governador, que empresa chinesa de comunicação?
Isso não existe.
A parceria à qual o senhor se refere é com o GOVERNO CHINÊS, uma TIRANIA. Isso significa que a BAND agora é uma estatal chinesa, portanto, que não tenha mais direito à concessão do governo brasileiro e que se vire com seus novos donos.

O IDIOTA NÃO PERMITE QUE SE ENXERGUE O INIMIGO COMUM

Enquanto o resto do mundo se une para vencer a pandemia, muitos brasileiros travam combates dispensáveis 


Augusto Nunes

No país do Carnaval, a pandemia é o tema do momento, mas o besteirol continua relevante. Deputados exigem o impeachment do presidente da República, com o apoio de guerrilheiros empunhando panelas. Jornalistas denunciam Jair Bolsonaro por mau uso de máscaras no rosto. E o PT continua berrando que o vírus nascido na China foi concebido e espalhado por Bolsonaro.

No começo dos anos 60, Nelson Rodrigues constatou que os idiotas haviam perdido o pudor e, pior, estavam por toda parte.

Matéria completa AQUI.

domingo, 22 de março de 2020

O PAPEL DA IMPRENSA NO BRASIL!

Coletivas diárias do presidente com medidas certeiras para enfrentar o desafio do século. 
Os urubus profetas do caos estão cagando na própria cabeça

O melhor comentário que eu li até agora e que explica muito bem o jogo sujo de políticos e jornalistas, muitos financiados por grandes conglomerados que apostam no caos para controlar a humanidade, outros por maldade gratuita... e a massa facilmente influenciada que vai na onda:
*
Existe um problema que é maior do que todos os outros quando o assunto é coronavirus: O PAPEL DA IMPRENSA NO BRASIL! A imprensa precisa deixar essa abordagem acusatória e alarmista e passar a adotar uma postura informativa e esclarecedora. 

Enquanto nossa imprensa ficar nesta atitude de "caça as bruxas", querendo confrontar cada entrevistado que está a esclarecer a população, não chegaremos a lugar nenhum.

Chega de comentários opinativos de jornalistas, políticos ou até criminosos que não são especialistas em saúde. Chega de ficar confrontando aqueles que estão dando o máximo pela saúde pública. Se a imprensa não mudar de atitude, se tornarão rapidamente os agentes do pânico e do caos. Ou será que é exatamente o que querem? Deixo a pergunta para reflexão.

domingo, 8 de março de 2020

DIA 15 VAMOS DESTRUIR A DESTRUIÇÃO DO BRASIL

"As coisas vão realmente mal quando espíritos democráticos não aceitam que a população seja protegida dos políticos, mas exigem que os políticos sejam protegidos da população. Quem não acredita na liberdade de expressão das pessoas cujos pontos de vista despreza não acredita em liberdade. Liberdade de expressão que vale apenas para as opiniões que respeitamos não é nada – em geral é apenas hipocrisia."

José Roberto Guzzo - no Estadão


Ditos "democratas" atacam sistematicamente o governo Bolsonaro alegando falta de respeito às instituições. UAI, a presidência da República não é uma instituição?

Irônico que os tais democratas são os mesmos que emplacaram o bordão "deixa o homem trabalhar", quando o então presidente agora condenado roubava o país.

Mais, os bem ou mal ditos costumam lembrar que devemos combater ideias, não pessoas, mesmo que não façam outra coisa a não ser atacar pessoas. Pois o oposto também é verdadeiro. Defendo ideias, não pessoas. É o que faço ao acreditar no timaço que está no comando de ações importantes em nosso país. 

Fanático e radical é quem personaliza sua crítica. Eu defendo ideias, não pessoas.

Oras, Lula e Dilma convocavam suas tropas, de dentro dos palácios, para irem às ruas ATACAR SEUS ADVERSÁRIOS E AS INSTITUIÇÕES. E sempre acabava em quebra-quebra e com pessoas feridas.(lembro de pelo menos uma morte, a do cinegrafista da BAND). Ah, eles podiam, eram os guerreiros do povo brasileiro.

Eis a mais recente fala de Jair Messias Bolsonaro sobre a manifestação popular do dia 15 de Março.

"Participem e cobrem de todos nós o melhor para o Brasil. Nós temos obrigação de atendê-los. Não é favor da nossa parte."

O que não faltam são motivos para irmos às ruas no dia 15 e pressionar NOSSOS REPRESENTANTES, que receberam nosso voto prometendo cumprir o que o eleitor quer para o país, não o que eles querem para o bolso deles.

Luiz Henrique Mandetta afirmou nesta semana que o Ministério da Saúde vai precisar de mais recursos para enfrentar o novo coronavírus.

Ao mesmo tempo em que o surto da Covid-19 se espalha no país, a Comissão Mista de Orçamento discute tirar em torno de R$ 6 bilhões do ministério de Mandetta para entregar na mão do relator do orçamento.

Um internauta contestou uma postagem minha nas mídias sociais afirmando que não existe democracia de opinião pública.

Elegemos nossos representantes pra que? Só faltava eu votar em corrupto, defensor de bandido e abortista. Não condeno quem acredita que o feto é um monte de células descartáveis, mas não daria meu voto a quem tiver propensão a votar nessa tese. 

O mínimo que o eleitor deve fazer é pesquisar a ficha do candidato e se compactua com suas ideias. Não adianta ser uma pessoa bacana, mas que vai contra nossa visão de mundo em questões que são definidas pelos nobres congressistas, como direito ou não à propriedade privada, controle da mídia tradicional e das mídias sociais (que estão no programa do PT), aborto, drogas e outras questões mais importantes do que pensar apenas no bolso.

Democracia é pluralidade de ideias. Demo = Povo
Pois a democracia está em risco diante de diversos fatores, um deles é quando o demo (povo), não se guia por suas próprias convicções e passa a ser guiado pelos formadores de opinião.

Acostumados ao efeito manada das esquerdas, certamente as manifestações espontâneas, sem ditadores de regras e de bordões maniqueístas, assusta.


NEM VERMELHO NEM AZUL GANHAM MAIS NADA



Dizem os desavisados que a ideologia é uma virtude. Depende. O que diriam se soubessem dos números históricos sobre centenas de milhões de assassinatos cometidos em nome de ideologias?

Nos casos mais recentes, socialistas, comunistas, trotskistas, stalinistas, justamente essa turma, somada aos neopetralhas assumidos, agem despudoradamente por um golpe (militar?).
Na ausência de candidatos competitivos, como pretendem voltar ao poder e à farsa da polarização vermelho X azul?

Nem vermelho nem azul ganham mais nada, por isso tramam uma mudança de regime e tentam empoderar o NHONHO, o novo queridinho da Globo, para sutilmente descartar Bolsonaro do jogo do poder. 

E se não der certo, que tal um golpe militar?

Serviria como um álibi conveniente que transformaria criminosos em perseguidos políticos.
Já vi essa história.

Felipe VI, rei da Espanha, procurou Bolsonaro e reconheceu o erro de embaixada espanhola, que tratou Rodrigo Maia como possível primeiro-ministro em sua visita, bancada pelos brasileiros, e sua agenda controversa. 

Participando da posse do novo presidente do Uruguai, Luis Lacalle Pou, no domingo (1), Felipe VI se desculpou com o presidente Jair Bolsonaro pelo encontro realizado entre a embaixada espanhola e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), na semana anterior à posse do presidente uruguaio.
Três dias antes (27), a embaixada mencionou em suas redes sociais que o parlamentarismo seria um dos grandes temas da agenda com Maia. Antes do encontro, ela publicou que conversaria com o deputado brasileiro sobre “democracia, parlamentarismo, futuro do Brasil e desenvolvimento sustentável”.

Estranhamente, pouco tempo depois a mensagem havia sido apagada.

A declaração da embaixada claramente diminuiu a posição do presidente brasileiro, tratando Maia como um possível primeiro-ministro. Recentemente, Maia tentou instaurar um parlamentarismo branco, retirando do Executivo a capacidade de decidir sobre o orçamento.

De acordo com o jornal O Estado de S. Paulo, o monarca espanhol reconheceu o erro cometido pela embaixada e afirmou a Bolsonaro que ele é o chefe do Brasil.

HORROR: POLITICAGEM COM VÍTIMAS DA TRAGÉDIA

Vai vendo
Politicagem no jogo das palavras é aceitável, estamos vacinados e suportamos todos os xingamentos absurdos e as calúnias ridículas que lançam contra nós, mas brincar com a vida das pessoas é crueldade. Que horror!
Moradores de Guarujá pedem a ajuda do exército, mas governador de SP não deixou o exército ajudar.



POINTS QUE ESTÃO BOMBANDO

Boas dicas de lugares onde certamente não teremos indigestão com a presença de pessoinhas revoltadas falando alto sobre "Lula Livre", "saudade de ser roubado" e outros tipos de horrores que ouvi recentemente numa pizzaria.


A PROPAGANDA É A ALMA DO NEGÓCIO... ISSO, DIVULGUEM BASTANTE

TRUMP SOBRE BOLSONARO: "DEU UMA VIRADA"

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, elogiou Jair Bolsonaro antes de jantarem em Mar-a-Lago, resort do norte-americano na Flórida. Trump disse que o Brasil está indo muito bem e que Jair Bolsonaro virou um grande amigo.

O Palácio do Planalto publicou nas redes imagem do encontro de Jair Bolsonaro com Donald Trump, em Palm Beach, na Flórida. 

“O Brasil realmente está fazendo as coisas bem, deu uma virada”, disse o americano.


EX-PREFEITO DE NY SOBRE BOLSONARO: UM HERÓI

Diário do Brasil

Famoso por implementar uma política de “tolerância zero” contra criminosos, o que diminuiu absurdamente as taxas de criminalidade da cidade de Nova York, o ex-prefeito Rudolph Giuliani, participou ontem (07) do encontro entre Bolsonaro e Trump na Flórida.

Através das redes sociais, um dos prefeitos mais populares dos EUA rasgou elogios a Bolsonaro.

Rudolph afirmou, ao postar uma foto ao lado do presidente brasileiro, que “Jair Bolsonaro é um herói que quase foi assassinado logo antes de sua eleição e está trabalhando incansavelmente para reformar o Brasil e acabar com a corrupção. A imprensa de esquerda [brasileira], assim como nos Estados Unidos, se recusa a reconhecer a corrupção”.

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2020

MANIFESTAÇÃO DE 15 de MARÇO

(Mara Montezuma Assaf - aos jornais)

Não é difícil perceber que está havendo uma união de forças da esquerda entre políticos, intelectuais e mídia para caracterizar a manifestação do dia 15 de março - cujo foco é protestar contra as conspirações de Rodrigo Maia e David Alcolumbre que, com suas decisões muito bem acordadas entre si paralisam o governo e tentam destruí-lo - como um golpe à democracia. 

O povo nas ruas, de livre e espontânea vontade é golpe à democracia? 

Armadilha contra a democracia é, num regime presidencialista, usarem da força da mancomunação entre os presidentes da Câmara e do Senado Federal para inviabilizar o governo Bolsonaro. 

General Heleno qualificou isso como chantagem, pura e simples! Mas contra isso a mídia não grita! 

Está claro também para mim que o aumento de pessoal militar dentro do governo é como Bolsonaro mostra aos adversários e ao povo em geral de que está ciente da trama armada contra ele e se precavê.  
É uma reação a essa conspiração e não uma ação adrede programada. Afinal, nada mais fazem os esquerdistas do que deblaterar contra ele, dia após dia, desde que Bolsonaro assumiu, inconformados com a perda do poder. 

Chamam-no de tosco ( Lula era sumidade?), incompetente (vejam os índices de desemprego caindo) porque é misógino (citem um caso de desprezo às mulheres em seu governo), é homofóbico, tem preconceito racial, é fascista, é nazista, enfim, não sobrou uma ofensa que não fosse usada. Mas o réu condenado como ladrão da nação é digno de loas e até de liberdade! 

Bom, este texto é mais para reafirmar que dia 15 de março, faça chuva ou faça sol, estarei na Avenida Paulista dando meu apoio ao governo e contra David Aiquedeslumbre e Rodrigo Nhonho Maia!

É o que posso fazer pelo meu presidente e pelo meu país. Deixar voltar o país ao seu estado anterior nas mãos da famélica esquerda, nunca mais!

Até 15 de março na Av. Paulista, gente de São Paulo! E que o povo que elegeu Bolsonaro esteja em peso nas ruas de todo Brasil. 

Lula ensinou aos seus militantes que é " nóis contra eles" e essa lição também assimilamos bem, e se a polarização não é o melhor dos mundos, é o que temos para hoje para nos defender!

Brasil acima de tudo, Deus acima de todos!

#DIA 15, EU VOU!!! BRASIL ACIMA DE TUDO!


O maior dilema da conjuntura política atual é tentar entender quais seriam os reais motivos dos ataques diários contra o presidente da República.

Qual o interesse da mídia em derrubar Bolsonaro?

O que dizer de mais uma invasão à correspondência privada, no caso do vazamento de uma troca de vídeos entre amigos pessoais por um aplicativo de mensagem? 

Apelam para a Constituição Federal para acusar Bolsonaro de estar ferindo a Carta Magna, como se seus antecessores e demais presidentes de instituições não a tivessem ferido de morte de modo recorrente. Ou a já balzaquiana Constituição não vale nessa violação de correspondência porque não cita WhatsApp?

Rodrigo Maia esteve na Espanha e na França, não para cumprir a ‘suposta’ agenda oficial divulgada por sua assessoria e sim para tramar contra a nossa República e buscar dados sobre o sistema político desses países, o parlamentarismo e o semi-presidencialismo.

O presidente da Câmara está pessoalmente empenhado em atropelar a Constituição Federal, contrariando a vontade soberana do povo, para implantar o parlamentarismo no Brasil e assumir o controle da República.

Aliás, há duas possibilidades em jogo. Ou ele consegue implantar um regime que o transforma num poderoso primeiro-ministro, ou investe no golpe que está em curso para, sob qualquer pretexto obscuro, derrubar o governo e assumir o poder.

O brasileiro decidiu dizer NÃO ao parlamentarismo, no passado e agora. Uma grande parcela dos brasileiros já entendeu que Maia e Alcolumbre querem impor um regime contra a vontade popular.

Pergunto aos que tentam reprimir a manifestação legítima e soberana programada para o próximo dia 15, alguém elegeu MAIA e ALCOLUMBRE para governar o Brasil?

Quanto à mídia, o mais grave não é criticar a mancada de Bolsonaro ao confiar em seus "amigos" mais próximos, mas sim REPERCUTIR UMA FARSA sobre enfraquecimento das instituições, sendo que a única instituição que vem sendo atacada de forma sistemática, ao tentarem reduzir o presidente da República a uma mera figura decorativa e praticamente tomarem de assalto a verba necessária para que o governo federal invista em obras, serviços públicos e programas sociais, é exatamente o Poder Executivo.

Não há previsão de crimes de responsabilidade para quem age a fim de impedir o livre exercício do Poder Executivo?

Dia 15 será a grande FESTA DA DEMOCRACIA!!!

O dia em que nossos representantes saberão que não estão lá pra fazer o que quiserem com NOSSO dinheiro, estão lá pra fazer o que seu eleitor quer.

Atitude autoritária é querer calar o povo... #Dia15EuVou!

MAIS UMA FAKE NEWS DESMASCARADA



Mais uma #fakenews >>>>>> bora desmascarar !!

"Não caiam na nova jogada suja da esquerda.

Pegaram um vídeo antigo no YouTube do então deputado federal Bolsonaro, no qual ele pede para que a população compareça às manifestações do dia 15 de março.

Só que essas manifestações eram sobre o impeachment da Dilma.

O Vídeo foi publicado dia 11 de março de 2015 e a esquerda sórdida está tentando lacrar, afirmando que o presidente Bolsonaro fez esse vídeo agora, sobre as próximas manifestações do dia 15 de março.

Por coincidência, em 2015, as manifestações do impeachment da Dilma também caíram dia 15 de março. 

Tirei um print onde tem a data correta da publicação do vídeo no YouTube.
11 de março de 2015.

O desespero da esquerda é tão grande, que estão apelando para tudo.

Já tem parlamentar organizando reunião para pedir o impeachment do Bolsonaro, com base num vídeo que está na internet há 5 anos! 

A cada dia que passa, a esquerda se supera. 

Chega!

Por isso que dia 15, vamos para as ruas apoiar o Bolsonaro!

(Monica Cury)

PODERES CONSTITUÍDOS: CONSENTIMENTO E DEPENDÊNCIA

Texto esclarecedor sobre o que está diante de nossos olhos e muitos ainda não conseguem enxergar. Trata de um novo regime criado à moda Maia/Alcolumbre/Rede Globo - o PARLAMENTARISMO DESPÓTICO.
Peço licença para acrescentar um fator importante. Essa turma não está agindo apenas para desidratar o governo e derrubar Bolsonaro (o texto esclarece muito bem as razões), estão ANULANDO um dos poderes e isso, sim, é um golpe mortal contra a democracia.

PODERES CONSTITUÍDOS: CONSENTIMENTO E DEPENDÊNCIA

Maria Lucia Victor Barbosa
26/02/2020 

O Estado Democrático de Direito onde existem o Executivo, o Legislativo e o Judiciário para que não haja concentração de poder em apenas um deles, surgiu ao longo do tempo através das obras de grandes pensadores como Montesquieu e da evolução do Liberalismo. Desse modo, prevalece nas sociedades onde há o Estado Democrático de Direito a democracia com suas liberdades inerentes e não o despotismo, presente especialmente em sistemas totalitários como o comunismo, o nazismo e o fascismo.

No momento, certos acontecimentos nos levam a indagar como funcionam os Poderes Constituídos em nosso país. Comecemos por perguntar: Temos uma democracia? Apesar de que nesse mundo nada é perfeito, devemos responder que, sim. Afinal, temos pluralidade partidária, eleições livres, liberdade de pensamento (em que pese o detestável politicamente correto), liberdade da mídia, liberdade de reunião. Entretanto, existem falhas graves em nossa democracia.
Só para citar um exemplo, temos a esquisita fórmula matemática do quociente eleitoral, através da qual um deputado federal, estadual ou vereador que obtenha um grande de número de votos arrasta consigo vários candidatos que, assim, ascendem ao Legislativo sem voto e, portanto, sem legitimidade.

Além disso, se nossos Poderes Constituídos sempre estiveram longe da ética e da eficiência necessárias, agora estão sofrendo mutações para pior. O Supremo Tribunal Federal deu em legislar, intrometendo-se no Legislativo; acentua a parcialidade e a demora nos julgamentos (exceto quando existem interesses mútuos em jogo); usa a lei não para os honestos em causas justas, mas para os bandidos (exemplo, fim da prisão em segunda instância). Por essa e por outras o STF tornou-se um Poder tão detestado quando o Legislativo que está funcionando como uma espécie de parlamentarismo que avança sobre o Executivo no intuito de inviabilizá-lo.

O Congresso Nacional tem legislado em causa própria e contra o povo; desfigurou as necessárias reformas do Executivo; estraçalhou o pacote anticrime do ministro Sérgio Moro; inventou a Lei do Abuso de Autoridade; juntamente com o STF não admite a prisão em segunda instância e quer fazer surgir um juiz de garantias junto com o juiz de primeira instância. Portanto, colaborando com a violência os legisladores indicam que é proibido prender, especialmente os de colarinho branco.
Tais atos antidemocráticos não param aí. A toque de caixa foi aprovado o Fundo Eleitoral. Serão bilhões tirados do bolso do povo através dos impostos para custear as eleições de suas excelências e, quem sabe, outros custeios mais.
 
Tem mais, o dinheiro do Orçamento que iria para a Saúde, Educação e outras necessidades sociais corre o risco de servir para aumentar o estrondoso lucro dos parlamentares, que o gastarão nos seus currais eleitorais e, sabe Deus, em que mais. Isso porque, através do Orçamento Impositivo, o Congresso está rejeitando o veto do presidente no sentido de reduzir a parcela que vai para as emendas parlamentares que possibilitam a barganha. Suas excelências são insaciáveis e não se satisfazem com 15 bilhões, querem 30 bilhões. Sobra, então, basicamente 3% da receita livre do governo para tocar seus projetos. Na prática, o Congresso está inviabilizando o Executivo. Afinal, como disse o deputado federal e sindicalista Paulinho, da Força, “não podemos deixar Bolsonaro fazer coisa nenhuma, senão ele se elege para um segundo mandato”. 

Em comentário particular o general Heleno disse: “Não podemos deixar esses caras chantagearem a gente o tempo todo”

Essa verdade causou grande melindre nos presidentes da Câmara e do Senado e o Centrão avisou: “a partir de agora o governo que arque com as consequências dos seus atos porque propostas enviadas pelo Planalto serão derrubadas”.

Portanto, somos todos reféns das chantagens e abusos do Congresso Nacional. Consentimos com nosso voto a ascensão de pelo menos parte dos que tomam decisões em nosso nome, mas vivemos na dependência de sua ganância e irresponsabilidade para com o país. Parece que o Legislativo está inventando uma nova modalidade de poder: o parlamentarismo despótico. Isso não pode ser permitido porque, nesse caso, nossa democracia será uma completa farsa.

Não se trata de negar a importância dos Poderes Constituídos, eles são essenciais, o problema está na distorção que deles fazem seus membros. Nesse sentido é que a sociedade deve reagir. Afinal, “o poder emana do povo e em seu nome será exercido”.


terça-feira, 25 de fevereiro de 2020

A ILUSÃO NO ASFALTO

Moro enjaulado e Bolsonaro caracterizado como palhaço

A mesma massa enfurecida que condenou um inocente e libertou um ladrão há dois milênios repete seu ato no asfalto. A arte na contramão ... a arquibancada vaiou, pois entendeu que a crítica só é válida quando é justa... nesse caso, a justiça está com o alvo e não com o acusador.

O ultraje da esquerda, porém, agride não exatamente seus alvos, mas a população de miseráveis, insistentemente rotulados como bandidos pelos que insistem na ideologia que fracassou no mundo inteiro.

Agride os estereótipos forjados para que, propositadamente, causem aversão na sociedade.

O que, afinal, representavam os "cristos" que colocaram na avenida, sob os aplausos de cristãos comovidos com o eficiente apelo emocional de traficantes, assassinos, corruptos, abortistas, enfim, de quem faz apologia ao crime e ao ódio contra quem se opõe a essas práticas?

Só faltava essa, crucificaram o trabalhador decente, que não carrega fuzil, não assalta, não sequestra, não violenta nem esquarteja inocentes, como costumam fazer os "cristos" idolatrados pelas esquerdas.

Enquanto a elite endinheirada do meio artístico e da indústria mais lucrativa do planeta nega que, ao contrário dos "cristos" hostis e derrotados dos carnavalescos, Cristo salva, pessoas comuns exercem seu legítimo senso de justiça nas ruas.

*
POEMINHO DO CONTRA (Mario Quintana)

Todos esses que aí estão
Atravancando meu caminho,
Eles passarão...
Eu passarinho!

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e multidão, texto que diz "Presidente Bolsonaro e seus ministros são aplaudidos em alegoria de bonecos gigantes em Pernambuco no maior bloco do mundo"

Não é qualquer cabeça que suporta carregar uma coroa de espinhos!
Não é qualquer um que suporta ser apedrejado!

Avante, presidente!
Avante, Brasil!



BONS ENTENDEDORES ENTENDERÃO

Enquanto certa imprensa só enxerga a viseira do capacete levantada, a foto diz tudo.

O EVANGELHO NA SAPUCAÍ?


Não, o Evangelho não estava na Sapucaí e o que a Mangueira mostrou não é o Cristo das Escrituras. O fato de Cristo ser mostrado entre os pobres não faz disto um retrato do que temos nos evangelhos canônicos. De fato, Jesus se fez carne e se fez pobre. Ele pregou para "periféricos" e escolheu 12 homens comuns para dar continuidade ao seu ministério. Mas...

Não podemos santificar a pobreza e confundir as ideologias sociais com o Evangelho. Cristo foi rejeitado pelos "periféricos" de Nazaré. Foi abandonado pela multidão que tinha sido alimentada com pães e peixes quando ele começou a pregar aquilo que eles não desejavam ouvir. Os pobres estavam na turba dos zombadores no momento da crucificação. Os pobres também gritaram o nome de Barrabás...

Diante do Cristo que é humano e divino, ninguém é justo. Pobres e ricos serão condenados caso não se convertam ao Jesus crucificado e ressurreto para perdoar pecados. Agora não é conversão a discurso ideológico que usa Jesus como um verniz para mascarar a idolatria que salvará. Isso é auto-engano e só piora a condição de cegueira espiritual do pecador.

Não houve Evangelho na Sapucaí. Houve sincretismo, houve sensualidade, houve blasfêmia e caricatura do Messias. Quem acha que Jesus estava no desfile da Mangueira e se diz cristão está precisando rever se está vivenciando seu cristianismo com as lentes da canonicidade ou das ideologias deste século.

Jesus não pertence a nenhuma ideologia. Os cristãos no Brasil precisam dar um basta na ideologização da fé. As ideologias passarão. O SENHOR e a sua Palavra jamais passarão.

Autor: Thiago Oliveira

domingo, 23 de fevereiro de 2020

ANTES PALHAÇO DO QUE LADRÃO

Que maravilha o carnaval com escassez de dinheiro público, cumpre sua finalidade crítica com o fim da censura e da obrigação de bajular o rei. Salve a democracia!

Amo palhaços, amo quem nos faz rir e sentir um pedacinho da infância que carregamos no coração.
Meu respeito aos palhaços e minha homenagem a todos que conseguem tão bem representá-los.
Se era pra ofender, não ofendeu.


Que linda homenagem aos palhaços! Mais do que merecida. Que comparação feliz com o presidente que está resgatando o bom humor em nosso país.

Apesar da militância midiática que faz com que Bolsonaro caminhe numa corda bamba, algumas vezes desequilibra, mas nunca cai, sua alegria tem contagiado multidões por onde passa.
*
Charles Chaplin:
"Se tivesse acreditado na minha brincadeira de dizer verdades teria ouvido verdades que teimo em dizer brincando. Falei muitas vezes como um palhaço, mas jamais duvidei da sinceridade da plateia que sorria."

MISOGINIA E A TOLERÂNCIA SELETIVA

A agressividade física e verbal da esquerda que tem sido recorrente é a dica para novos "adelios". #PAZ

Por outro lado, o presidente que todos bajulavam, rastejavam e idolatravam era considerado engraçadinho fazendo malcriação...mas Bolsonaro tem que apanhar e sofrer todo tipo de agressão, até facada, e agir como um líder religioso... sem tapinhas...



Os insultos diários e as pedradas que recebemos de quem nos rotula como fascistas, milicianos, ... cansa o cidadão comum, imagina quem ouve isso diretamente na cara e o máximo que faz é uma malcriação.

Simplesmente compare os valores que defendemos e as bandeiras do outro lado.

Obsceno é enfiar crucifixo nos orifícios, fazer criança tocar em homem nu, defecar em local público e fazer sexo em altares de igrejas como protesto, fazer apologia às drogas e ao aborto, explorar as misérias alheias pelo poder, ROUBAR a Nação e alegar inocência.

Reclamam que há polarização?

Graças a Deus, querem eliminar um dos lados da moeda para que apenas a visão de mundo esquerdista prevaleça?

HÁ CRISTÃOS QUE ORAM, OUTROS "USAM" JESUS

Intolerantes não são os que manifestam sua opinião, mas quem considera como inimigo quem tem opiniões diferentes das suas. #PAZ



Carnaval, eis que ressurge o debate sobre profanações e blasfêmias. Leonardo Boff. O “apóstolo” do PT e do Foro de São Paulo, que devastou a fé católica no Brasil com a disseminação da nefasta Teologia da Libertação, corre para acudir a Mangueira e o samba apresentado no Carnaval deste ano.

Enquanto rolam orgias e a polêmica relacionada ao trecho do samba enredo criado pelo carnavalesco da escola carioca "Moleque pelintra do Buraco Quente. Meu nome é Jesus da Gente", exposição também no Rio de Janeiro mostra a imagem da Virgem Maria com seio à mostra e órgão masculino, com a inscrição “Deus acima de tudo, gozando acima de todos”. 
As tensões se dão poucas semanas depois da polêmica envolvendo o "Jesus gay" do especial de Natal do Porta dos Fundos.

Eu costumo ser tolerante até mesmo com radicais, tento entender seus dramas e suas razões, se for possível tento ser "bombeiro ".... é da minha natureza.

Do mesmo modo, não julgo nem condeno quem reage à altura e exerce o mesmo direito de expressão que os agressores da fé alheia. Assim como compreendo quem ficou aborrecido com a visita de Lula ao papa Francisco, assim também como nunca confrontei com quem agride grosseiramente os cristãos e, pior ainda, Jesus, e isso tem sido recorrente nas manifestações esquerdistas.

Só estou admirada que, os mesmos que são tolerantes com crucifixos enfiados nos orifícios e com sátiras indecentes que consideram arte, mostraram-se bastante valentes ao menor sinal de discordância ao uso político de Lula com o papa.

Concordo que muitos cristãos revoltados com o papa passaram do ponto e agiram como os petistas costumam agir contra nós, mas é evidente que nenhuma palavra amorosa dos que agora, finalmente, resolveram defender a igreja católica, consegue disfarçar que os recados são lançados com o fígado, não com o coração. Exigem o perdão, mas são incapazes de perdoar, senão tentariam acalmar os corações abalados ao invés de devolver pedras.

Expus, aqui, dois dilemas que levam a um denominador comum. Tanto os que defendem o mau uso dos símbolos religiosos quanto os que justificam a bênção de papa Francisco a um criminoso condenado alegam que Jesus andava entre os pecadores. Entretanto, quem utiliza esse tipo de artimanha esquece que Jesus andava em meio aos pecadores para convidá-los à conversão, e não para abençoar o erro e os pecados que praticavam.

Vivi pra ver petistas defendendo o chefe da igreja católica, falta se redimirem a ponto de defenderem Jesus, tão escrachado ultimamente por essa turma.

NÃO PRECISA ODIAR PARA DIZER NÃO


Suspeitei desde o princípio que a campanha "Não é Não" era coisa da Damares, é a cara dela. Portanto, juízo, pessoal!!!

Porém, nada de confundir com o neopuritanismo do "não é não" da esquerda, que é mais um capítulo da guerra "mulher X homem". Não precisa odiar pra dizer NÃO.

Aí vai o recado da ministra Damares:

"Gente, chegou o Carnaval. E o que não pode faltar - no retiro ou no bloco - é o respeito. De acordo com a Lei 13.718/18, a importunação sexual é crime. Nada de encoxada ou de agarrar à força.

Bebida não é desculpa.

A roupa dela não é desculpa.

O fato de ser Carnaval não é desculpa.

Se acontecer com você chame a polícia. Denuncie. Ligue 180."

#NaoTemDesculpa


domingo, 16 de fevereiro de 2020

PAU QUE NASCE TORTO, NUNCA VIRA À DIREITA

Eu acreditava que a lista de Furnas era falsa, que era apenas plantação de calúnia do PT, já que essa é uma das especialidades da petralhada.

Pra ver como a gente se engana! E não é à toa que muitos eleitores de tucanos migraram para a dupla Bolsonaro/Mourão.

Eu continuo respeitosa com o PSDB e não cuspo no prato que comi, mesmo que alguns tucanos tenham nos lançado ataques idênticos aos dos petistas, como se estivessem a serviço do PT... e olha que muitas postagens me fazem pensar que é isso mesmo.

Eu não costumo comentar sobre os tucanos porque, por décadas, estivemos juntos no mesmo ideal de combate a corruPTos. Respeito esse passado, mesmo que alguns tucanos venham a ter o mesmo destino que os petistas... a cadeia... enquanto sua militância nos ataca com os mesmos adjetivos toscos que os petistas.

Nesses tempos de máscara caindo, a única certeza é a de que a polarização PT X PSDB se mostrou como uma peça de ficção tão bem montada como aquele documentário que concorreu ao Oscar.

A diferença é que muitos de nós exercemos o legítimo direito de pular fora, enquanto os petistas, como eles mesmos dizem, resistem, confirmando a tese de que pau que nasce torto, nunca se endireita. 

O vídeo abaixo explica a farsa da falsa perícia da lista de Furnas e outras questões também importantes:


CADÊ O PESSOAL DOS DIREITOS DOS MANOS?


Para cada situação, o partido dos defensores de bandido tem uma versão. No caso do suposto miliciano que a PM petista assassinou, valeu a máxima de que "bandido bom é bandido morto". Cadê o pessoal dos direitos dos "manos"?

Em nota divulgada na noite deste sábado, Jair Bolsonaro afirmou que o governador da Bahia “não procurou preservar a vida de um foragido, e sim sua provável execução sumária, como apontam peritos consultados pela revista Veja”.

“É um caso semelhante à queima de arquivo do ex-prefeito Celso Daniel, onde seu partido, o PT, nunca se preocupou em elucidá-lo, muito pelo contrário.”

“É irônico o governador petista falar de más companhias quando, nos últimos anos, os principais dirigentes nacionais do PT foram condenados e presos na Operação Lava Jato.

Os brasileiros honestos querem os nomes dos mandantes das mortes do prefeito Celso Daniel, da vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes, do ex-capitão Adriano da Nóbrega, bem como os nomes dos mandantes da tentativa de homicídio a Jair Bolsonaro.”

EFEITO BUMERANGUE SOBRE MILÍCIAS

Quem cria certas narrativas zomba da capacidade mental de seus seguidores...taí como se desmonta uma aberração:


Em nota divulgada na noite deste sábado, Jair Bolsonaro voltou a responsabilizar a PM de Rui Costa pela morte do miliciano Adriano da Nóbrega.

O presidente afirmou que o governador da Bahia “não procurou preservar a vida de um foragido, e sim sua provável execução sumária, como apontam peritos consultados pela revista Veja”. 

“É um caso semelhante à queima de arquivo do ex-prefeito Celso Daniel, onde seu partido, o PT, nunca se preocupou em elucidá-lo, muito pelo contrário.”

E acrescentou:

“É irônico o governador petista falar de más companhias quando, nos últimos anos, os principais dirigentes nacionais do PT foram condenados e presos na Operação Lava Jato.

Os brasileiros honestos querem os nomes dos mandantes das mortes do prefeito Celso Daniel, da vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes, do ex-capitão Adriano da Nóbrega, bem como os nomes dos mandantes da tentativa de homicídio a Jair Bolsonaro.”

FAKE NEWS NA VISITA DE LULA AO PAPA


A assessoria de imprensa do Vatican News, portal de informações do Vaticano, informou, em nota, que desconhece a bênção benedictionem et innocentum que supostamente seria concedida apenas aos inocentes por pontífices.

Sabia que a petralhada iria aprontar com o papa Francisco, que não tinha obrigação nenhuma de receber o condenado. Outros papas receberam políticos corruptos como CHEFES DE ESTADO, não numa agenda que garantiram que seria privada, mas já transformaram em palanque eleitoral.
Mais uma vez, papa Francisco dando trabalho para corrigir um equívoco. Vejam isso:
*
A Vatican News, editada pelo Dicastério para a Comunicação da Santa Sé, usou sua versão em Português para desmentir boato difundido nas redes sociais dando conta de que o Papa Francisco concederá uma bênção conhecida como benedictionem et innocentum (benção dos inocentes) ao ex-presidente Lula.

#VaticanNews informa que se trata de uma inverdade – publicou a Vatican News no Twitter.

Essa mentira foi espalhada pelo lulopetismo. Esse é o respeito que essa gente tem pela figura do Papa.

sábado, 15 de fevereiro de 2020

CADÊ OS "PSOLENTOS"?

Foi por água abaixo a acusação dos "psolentos" de que Moro é capanga de milícia.
O ministro Sergio Moro anunciou a prisão, na madrugada deste sábado, de Leandro Pereira da Silva, conhecido como “Léo do Rodo”, chefe de milícia no Rio de Janeiro.
No Twitter, Sergio Moro comentou a operação que terminou com a detenção de Léo do Rodo.

“Agente policial federal Ronaldo Heeren foi assassinado em serviço contra o crime organizado. Um herói. Prisão hoje de um dos suspeitos, líder de milícia. Confiamos que a PF identificará os responsáveis e os levará à Justiça. Inestimável apoio da PRF no caso.”

sexta-feira, 7 de fevereiro de 2020

A CARETICE E REPRESSÃO DO "NÃO É NÃO"



Quem ataca a ministra Damares e sua campanha para evitar que crianças sejam abusadas sexualmente por marmanjos pedófilos e tenham que assumir uma gravidez indesejada (ou que eliminem uma vida, de acordo com a bandeira esquerdista).... pois, então, o que dizem da modinha CARETA, REPRESSORA e de moralismo duvidoso do "NÃO É NÃO "?

De Próprio Punho, por Danuza Leão: 
“Percebi que estava me autocensurando

Quando comecei a escrever, podia tudo. Relendo coisas que escrevi há 15, 20 anos, mal posso acreditar na liberdade que se tinha — e como era bom. Mas não há bem que sempre dure; veio o politicamente correto e o moderno feminismo, que tornaram a vida melancólica e sem graça, afastando essa coisa tão boa, que é o encontro entre homens e mulheres. Encaretamos!

Antes que achem que sou contra o mundo gay, vou logo explicando que, para mim, somos todos pessoas, e cada um vai para a cama com quem quer — e ninguém tem nada a ver com isso. Na confusão que ficou este mundo, a grande questão do novo feminismo é quem vai lavar os pratinhos; sobre o resto, os homens não foram perguntados, e vou logo dizendo que, para mim, lavar um pratinho a mais é algo que faço com o maior prazer.

Quando, no carnaval, vejo um bloco de rua com as moças usando a camiseta “Não é Não”, fico triste com tanta bobagem. Quem não sabe quantas vezes acontece de as coisas começarem com um não e terminarem num radiante sim, ou começarem com um sim e terminarem num decepcionante não? E a paquera, não pode mais? E o carnaval, vai ficar essa coisa sem graça? Não se pode mais cantar Zé Kéti: “Vou beijar-te agora não me leve a mal, hoje é carnaval”? Não se vai poder nunca mais ver um bloco cantando “o teu cabelo não nega, mulata”, e nunca mais ninguém vai poder cantar Amélia, aquela “que achava bonito não ter o que comer”? Que mundo mais triste, este…

Minha imaginação é grande e sempre escrevi com muita alegria. De uns tempos pra cá, porém, percebi que estava me autocensurando. Sem liberdade, não dá para fazer nada, a não ser pensar, o que, aliás, não é pouco. Por isso, a partir de agora, vou ficar me divertindo só com meus pensamentos. 

quinta-feira, 6 de fevereiro de 2020

FINALMENTE, ALGUÉM COM CORAGEM PARA REVETER O ESTRAGO DAS IDEIAS PROGRESSISTAS


"Sempre que falo de sexualidade o falo sob a perspectiva da proteção da infância. A quem interessa que esta Ministra se cale ou que o Estado seja omisso quando somos o pior país da América do Sul para se nascer menina? A quem interessa que esta Ministra se cale quando existe um discurso imoral e criminoso tenta normalizar a iniciação sexual de meninos e meninas de 12 anos?

Quem for adulto que faça o quem bem entender com seu corpo, mas com nossas crianças NÃO!
Criança nasceu para ser amada e não abusada!"

(Damares Alves)


Os "progreçixtas", que pregam a tolerância e "mais amor, por favor", debocham da religiosidade da ministra e de sua campanha para evitar a gravidez precoce. Mais que isso, a ofendem ao extremo. É o pessoal que considera avanço liberar drogas, aborto e pedofilia. 

Espero que as pessoas acostumadas com as "verdades" globais entendam a proposta da ministra, que é uma alternativa às propostas esquerdistas para evitar o nascimento de crianças indesejadas, que as induzem a uma suposta liberdade para que, desde a infância, façam o que quiserem (ou pensam que querem, mas são forçadas porque todo mundo faz), então libera o aborto pra resolver depois... ou a guerra de ódio entre os gêneros.

Debate sobre o movimento entre adolescência e a gravidez
Palavras de Edna Lopes

Alguém pode me apontar os contras ? Mas por favor, crítica com argumentos e não narrativas.
Ah! Crítica pela crítica também não dá, ok?

"Deixa eu contar uma coisa pro pessoal que está rindo da campanha de abstinência sexual da Damares: o programa é para ADOLESCENTES!!

Você pode continuar dando pra quem você quiser....

Agora: campanha para adolescente voltar a ser adolescente, evitar gravidez precoce, aborto e doenças sexualmente transmissíveis não é motivo de piada!!

Piada é uma criança de 10 anos estar grávida!!

Piada é crianças de 12 anos trabalharam como prostitutas!!

Piada é saber de meninas de 14 anos fazendo sexo grupal!!

Piada é uma menina de 15 não saber quem é o pai do seu filho!!

Piada são vocês que vivem em uma bolha e não sabem o que acontece Brasil afora!!

Isso sim é piada!! Piada de mau gosto!!